Texto partono

PATRONO

PATRONO

PATRONO
PREFEITO DJALMA MARANHÂO

quem foi

QUEM FOI DJALMA MARANHÃO

texto

Djalma Maranhão era um político que tinha cara e alma do povo. Nasceu do ventre da vontade popular. Era autêntico. Conhecia seus hábitos, costumes, cultura, folclore, tudo, enfim, sem demagogia, porque tudo nele era natural. Ninguém mais valorizou os festejos populares do que Maranhão. Valorizava e participava. Djalma se confundia com as aspirações populares. Se podia dizer dele referindo-se ao povo: “este, sim, é um deles”.

missao

NOSSA VISÃO DE FUTURO

- Implementar o processo de gestão democrático por meio do coletivo dirigente,envolvendo os segmentos da comunidade escolar na direção do exercício de autogestão.

NOSSA MISSÃO

Assegurar um ensino de qualidade, contextualizado que contribua para a formação de cidadãos críticos e conscientes, capazes de agir na transformação da sociedade, dentro de um ambiente criativo, inovador e de respeito mútuo.

OBJETIVO DA GESTÃO:

I Gestar coletivamente por meio do Coletivo Dirigente composto por todos os atores integrantes da comunidade escolar, e articulado por uma coordenação constituída de membros com funções político- educacionais – comunitárias - administrativo – financeiras e pedagógicas;

II Zelar pelo principio democrático e de autonomia da escola, através da valorização da prática e experiências contextualizadas;

III Articular a formação continuada dos atores, com base na analise critico-social, reflexiva, libertadora e interacionista; visando o desenvolvimento do processo de ensino aprendizagem;

IV Integrar escola comunidade no intuito de contribuir com a contextualização social dos indivíduos para o melhor desenvolvimento do ensino aprendizagem e conseqüente exercício de cidadania;

V Desenvolver uma articulação contínua entre os setores pedagógicos, administrativo e financeiro no sentido de garantir a função político- pedagógica e social da escola.

VI Favorecer um processo de ensino – aprendizagem de qualidade visando o desenvolvimento cognitivo, afetivo e sócio cultural dos alunos, para o exercício da cidadania de forma consciente e autônoma.

30 de jul de 2011

Oração da Escola

Nenhum comentário:

Postar um comentário